VISITE:
Universo de Mulher

Contempla a vastidão do Universo como uma Estrela na Mitologia Grega..


À beira do abismo encontraste beleza e equilíbrio, talvez porque não te restou outra saída. Porém, o que importa isso? Nada como perder tudo para começar a recuperar o verdadeiro valor das coisas, dos relacionamentos e das virtudes e princípios que de outra forma pareceriam apenas obstáculos. Contempla a vastidão do Universo, identifica essa dimensão em tua consciência sem que te cause angústia ou desespero, algo em ti é capaz de compreender o infinito sem desintegrar-se. O divino que buscas tentando fugir de teu sofrimento aguarda pacientemente no fundo de teu coração pelo momento em que a ele te dirijas com alegria e regozijo, ciente de que és um elo vivo de uma colossal rede infinita de distribuição de vida.
- Quiroga




 ÁRIES
Agradeça à vida tudo que de bom e de ruim aconteceu, você chegou a este momento da vida com perspectivas de plenitude. Você não precisa sustentar uma postura forte o tempo inteiro, a vulnerabilidade é segura também.




Ares era o deus grego das guerras, da guerra selvagem com sede de sangue, conhecido também em Roma como Marte, filho de Zeus e Hera, de quem herdou o mal gênio da mãe e a força do pai. Pertence a geração dos grandes doze deuses do Olimpo. Ares era guerreiro, gostava muito de guerras, batalhas e brigas, era muito violento, sanguinário, pelo contrário de muitos ele só encontrava sua paz, em suas lutas e batalhas. Era ele quem governava a cidade de Esparta. Em suas lutas sua chegada era anunciada com gritos que causavam pânico nas pessoas. Ares tinha como amante a deusa do amor, a Afrodite. Com ela teve dois filhos, o Deimos e o Fobos, que acompanhavam o pai nas batalhas. Também teve com ela o filho Eros que tinha o mesmo poder da mãe, o deus do amor, roubava corações com suas flechas, e até Afrodite foi uma delas, também teve a Harmonia e Anteros. Porém, Hefesto como marido de Afrodite descobriu sua traição, e soube que eles iam se encontrar em seu palácio e preparou uma armadilha para os dois. Na cama ele colocou uma rede invisível e os prendeu, o Sol que estava espiando, ajudando Hefesto viu que a armadilha tinha funcionado e avisou a todos os Deuses, para que todos pudessem ver e presenciar a traição. Afrodite e Ares então foram presos e depois de um longo tempo quando foram soltos, se separaram. Sempre foi um grande protetor de seus filhos e mesmo sendo um deus de fama ruim, era o único deus que agia desta forma com proteção. Como deus Romano Ares também teve filhos com Réia que eram os gêmeos Remo e Rômulo. Ares com sua fama era detestado pelos deuses, até seu pai Zeus não gostava dele. Embora Ares gostasse muitas das guerras e batalhas, não era invencível, perdeu muitas vezes. Tem como sua principal rival a deusa Atena que era a deusa das guerras estratégicas, ao contrário de Ares que gostava mesmo de sangue. Atena o derrotou muitas vezes. Ares em suas guerras usava capacete, lança, escudo e uma couraça, também usava uma carroça puxada por quatro cavalos que soltavam fogos pelas narinas.